PAPILOSCOPISTAS/IGP-RS, REPRESENTADOS PELA ASPAPI/RS, CONQUISTAM MUDANÇAS EM ESCALA DE SERVIÇO

          Após reunião realizada, ontem(04/3), na sede do Departamento de Perícias do Interior/DPI-IGP que contou as presenças do Diretor do DPI/IGP, Perito Criminalístico, Rogério Saldanha e dos Papiloscopistas, Guilherme Ferreira Lopes e Eduardo Lourenço, respectivamente, Presidente e Tesoureiro da ASPAPI/RS, os Papiloscopistas do Instituto-Geral de Perícias, lotados nas Coordenadorias do Interior conseguiram reverter ordem emanada daquele DPI/IGP em 28/2, último, que previa o cumprimento de jornada de trabalho, acima do permitido na legislação e sem o pagamento dessas horas a mais.
         Com essa medida de reconsideração, os Papiloscopistas que trabalham nessas Regionais/IGP-RS tiveram preservadas as suas cargas horárias efetivas de trabalho, sem a necessidade de estarem obrigados a realizar escalas de sobreavisos no turno da noite, sábados, domingos e feriados, conforme previa ordem revogada.
Trata-se de uma conquista de nossa categoria, que soube justificar legalmente que o cumprimento de horas de sobreavisos equivalem a horas efetivamente trabalhadas, inclusive passíveis de pagamento de adicional de 1/3 por hora trabalhada nesse tipo de escala, independente de termos regime integral de trabalho e dedicação exclusiva.


        A partir do encaminhamento dessa nova ordem no dia de hoje, iremos nos restringir a cumprir o que manda a lei, ou seja, iremos cumprir com a carga horária de 40 (quarenta) horas semanais e ficarmos a disposição e não em sobreaviso, para que em casos de necessidade( casos especiais e tão somente esses) sermos convocados para esse fim, ressalvado o descanso proporcional em dias úteis, consecutivos ao dia trabalhado nessas condições especiais.

PARABÉNS A TODOS OS PAPILOSCOPISTAS!

ASPAPI/RS PRESTA HOMENAGEM NO DIA NACIONAL DO PAPILOSCOPISTA

b_200_150_16777215_00___media_images_ASPAPI_05_041.JPG

Hoje (05/02/2013), alusivo as comemorações do 110º Dia Nacional do Papiloscopista, a ASPAPI/RS prestou homenagem aos Papiloscopistas que participaram da força-tarefa da Secretaria da Segurança Pública/RS no município de Santa Maria/RS.
Na solenidade ocorrida no Gabinete do Diretor do Departamento de Identificação-IGP/RS, o Presidente da ASPAPI/RS, Papiloscopista, Guilherme Ferreira Lopes, acompanhado de sua Diretoria-Executiva, enalteceu a participação dos homenageados nesse evento trágico, manifestando que os mesmos, apesarem de terem cumprido com suas atribuições legais, tiveram espírito de solidariedade e profissionalismo, não medindo esforços para a realização das perícias necropapiloscópicas realizadas nas vítimas dessa tragédia.
Em números absolutos, 29 ( vinte e nove ) Papiloscopistas participaram dessas perícias, tanto no local da tragédia, como na retaguarda em Porto Alegre/RS, o que possibilitou em tempo recorde a identificação das vítimas desse incêndio, minimizando assim, o sofrimento dos familiares que exigiam celeridade nos trabalhos dessa força-tarefa.
Diante do trabalho realizado nessa tragédia, sem precedentes em nosso Estado, a Diretoria-Executiva da ASPAPI/RS prestou homenagem aos Papiloscopistas entregando pessoalmente aos presentes na solenidade, uma placa de Menção Honrosa pelos relevantes serviços prestados à comunidade gaúcha que corroboraram para demonstrarem a competência e a qualidade das atividades periciais realizadas pelos Papiloscopistas do Instituto-Geral de Perícias/RS.

 

                Com os nossos PARABÉNS a todos os agraciados e aos demais integrantes do quadro de Papiloscopistas do Estado.

                FELIZ DIA DO PAPILOSCOPISTA!

nota de falecimento

luto%20imagem.bmpÉ com grande pesar que comunicamos o falecimento da estimada colega Tânia Fasollo, ocorrido no dia de hoje.

Lamentamos muito sua perda.

Que seus familiares e amigos recebam nossos sinceros sentimentos e tenham muita força para enfrentar esse momento de dor.

Obrigado, Tânia, pelos anos de bons serviços prestados, pelo coleguismo e polos momentos compartilhados conosco.

Siga em paz, querida colega.

Informamos que o sepultamento será em Tramandaí, as 11 horas de amanhã 03/02/2013

ASPAPI/RS ENALTECE A PARTICIPAÇÃO DOS PAPILOSCOPISTAS NAS PERÍCIAS DE IDENTIFICAÇÃO DAS VÍTIMAS DA TRAGÉDIA EM SANTA MARIA/RS.

b_200_150_16777215_00___media_images_papiloscopia_neccro.pngA Diretoria-Executiva da ASPAPI/RS, no uso de suas atribuições estatutárias, vem enaltecer a participação dos Papiloscopistas que realizaram as perícias de identificação cadavérica( post mortem) nos corpos das vítimas da tragédia do incêndio da Boate Kiss em Santa Maria/RS. Cabe ressaltar que apesar de estarem cumprindo com seus deveres funcionais do cargo, tiveram como virtudes o espírito de solidariedade e o profissionalismo, visando minimizar o sofrimento dos parentes das vítimas que necessitavam da ação imediata do poder público para a identificação e liberação dos corpos dos seus entes queridos.

Com os cumprimentos a todos os Papiloscopistas do IGP/RS, em especial à equipe de Papiloscopistas da Seção Criminal do Departamento de Identificação/RS e aos Papiloscopistas de Santa Maria/RS que oportunamente serão agraciados pela ASPAPI/RS com as devidas homenagens pelo exitoso trabalho, realizado nesse ambiente de comoção, sem precedentes em nosso Estado.


Atenciosamente,
 

05 DE FEVEREIRO DIA NACIONAL DO PAPILOSCOPISTA

 05 DE FEVEREIRO DIA NACIONAL DO PAPILOSCOPISTA

Decreto nº 52.871, de 20 de Novembro de 1963, institui o Dia Nacional do Papiloscopista .

b_200_150_16777215_00___media_images_Anexo_2_images_carro.jpg

Os papiloscopistas atuam em algumas das mais importantes áreas do Estado, entre as quais:


- Identificação Civil: confecção de carteiras de Identidade (principal documento de cidadania).
 

- Perícias Papiloscópicas (impressão digital) de roubos e furtos de veículos: Perícias de impressões digitais em veículos encontrados de furtos e roubos em todo estado.
 

- Perícias Papiloscópicas de Locais de Crime: Todo o local de crime o Papiloscopista é peça fundamental na cena do crime. 

 - Identificação Criminal: O Papiloscopista é o responsável pela identificação dos suspeitos que entram na área judiciária e no Deca.
 

- Identificação Pós-Morten: é a identificação feita junto aos corpos encontrados sem identificação, carbonizados, etc. Sem essa identificação, os corpos não podem ser liberados do DML para enterro.

 - Laboratório de fragmentos papiloscópicos: Os Papiloscopistas desse setor são os responsáveis por tratar, identificar, comparar e submeter todos os fragmentos de impressões digitais encontrados nos diversos campos listados acima para a produção de laudos de identificação de autoria e envio a autoridades policiais e ao judiciário.

Congresso

XIII Congresso Brasileiro de Papiloscopia, Perícia Papiloscópica e Necropapiloscópica